sábado, janeiro 05, 2008

AMRAD

.
Quando acedemos ao site da AMRAD - Associação Portuguesa de Amadores de Rádio para a Investigação, Educação e Desenvolvimento- para espreitarmos as condições meteorológicas em Oeiras, site que está AQUI, não imaginamos o que esteve e está por trás do site e daquele manancial de informação.

Curioso, sobretudo em descobrir a localização da estação, fiz uma pesquisa na net e encontrei alguns links interessantes, que nos dão uma ideia da coisa e que forneço aqui em baixo (clicar neles). Outros links permitem aceder a mais informação. Vale a pena explorá-los.

.

18 comentários:

Anónimo disse...

Amigo,

Tenha cuidado, porque se o Isaltino Morais sabe que colocou aqui este artigo sobre a exemplar obra social e educativa da AMRAD, ainda o proibe de entrar, ou em Oeiras, ou então, na Câmara Municipal de Oeiras.

Foi o que o nosso presidente da autarquia, madou fazer ao pobre do presidente da direcção da AMRAD, proibiu-o de entrar no Centro de Juventude Oeiras.

Anónimo disse...

Esta ONG foi fundada por um grupo de engenheiros e professores, ligados à investigação e ao ensino, a maioria deles, nascidos no concelho de Oeiras faz mais de 50 anos. Ao que se lhes associaram então, dezenas de jovens que posteriormente já concluiram as suas licenciaturas, muitos são hoje profissionais nos sectores da tecnologia e ciência. Alguns fundaram empressas situadas em Oeiras.

São cidadãos oeirenses, nascidos nesta terra, onde durante 40 anos, nunca tiveram locais de cultura científica, locais que hoje o edil da autarquia e líder do IOMAF, nos nega em dispor e aceder.

O populismo de Isaltino Morais, só nos faculta tavernas e pasquins de matraquilhos, alccol e tabáco, vulgarmente instalados nas colectividades do concelho, onde o tema é a «bola».

José António disse...

.

Caro visitante,

Não se preocupe comigo. ;)
Nada devo e não temo divulgar as obras que me pareçam úteis e interessantes, desagrade a quem desagradar.

Lamento essa decisão proibicionista. Acreditando nas suas palavras e tendo em conta de quem supostamente partiu, não me surpreende. Mesmo nada...

Oeiras necessita de facto duma cultura científica e de locais abertos a todos onde a mesma se possa desenvolver.

Grato pela visita e pelo depoimento.

Continue a visitar-nos.

.

Fatima disse...

Parabéns à Associação pelo trabalho desenvolvido.
A cultura não é um tema fácil neste País, mas felizmente há cada vez mais Portugueses a preocuparem-se com ela.
Num País de futebol, há que ir lembrando que existem outras coisas para além dum relvado e de uns quantos a correr atraz dua bola! E isso é o que todos fazemos nestes blogs, nestes posts, nestes comentários.
Já agora sugiro visita a www.simecqcultura@blogspot.com
Também aqui abraçámos a cultura com unhas e dentes há já uns bons anos
Um abraço

José António disse...

.

Cara Fátima,

Não pertenço à AMRAD, apenas me interessei e achei por bem colocar aqui um destaque sobre ela para informação dos oeirenses.

De qualquer forma, os seus parabéns parecem-me merecidos pelo trabalho que ela, associação, tem desenvolvido.

Já estive no blog SIMECQ que refere, associação que também eu parabenizo, onde deixei um pequeno comentário.

Volte sempre!

Abraço

.

Anónimo disse...

Amigos,

Para que saibam, esta ONG, promove e realiza actividades educacionais (ensino experimental das ciências) destinadas a crianças e jovens em idade escolar, há mais de 12 anos.

No centro de juventude de oeiras, onde em 2000 a AMRAD instalou um espaço de museologia e ciência ao vivo, passam anualmente mais de 1200 alunos de escolas de Oeiras e de outros lugares do país (até do Porto vinha).

Mas em Março de 2007, Isaltino Morais (num acto de vingança pessoal) mandou retirar todos os apoios à ONG e proibiu o desgraçado do seu presidente de entrar nesse edificio da câmara municipal.

Sabem porquê:

Foi a mando do presidente da junta de freguesia de Barcarena e do seu amigo de executivo Luis Rocha que é do PSD.

Embora tenha sido a Teresa Zambujo que apoiou a criação deste projecto em Oeiras, porque ele estava em outro concelho da região de Lisboa. Embora tenha sido fundado em Oeiras.

Isaltino é terrível...cruel.

Anónimo disse...

Não sou filiado na AMRAD, mas ao passar por aqui e depois de lêr alguns comentários, reparei que o Isal-Tino de Rãs, não se preocupa com um municipe e isentou-o de pagar taxas na respectiva autarquia.(Não o deixa lá entrar)
Olhe que o seu camarada PRESIDENTE da Póvoa de Varzim faz pela cultura, aquilo que o sr. faz com as tasquinhas de Oeiras.
Já é tempo de dizer basta à sua arrogância e passar a ser uma pessoa culta. Mas se o não quiser ser, deixe trabalhar quem quer, em prol da CIÊNCIA e do DESEVOLVIMENTO TECNOLÒGICO dessa terra.
Perdoai-lhes Senhor. que eles não sabem o que fazem

Anónimo disse...

O mais estranho disto tudo é que afinal a Amrad não percisa do dinheiro que o Sr. Presidente põe ao bolso para realizar as suas activisdades em prol do desenvolvimento da cultura cientifica em Oeiras, pois não deve ter sido o Sr. Gordo a pagar a viagem e estadias dos professores que estiveram de visita a portugal para ver com os seus proprios olhos o que de melhor se faz em Oeiras em questões de ciencia e educação... Oeiras LIVRE, Isaltino PRESO (mas não em caxias para não dar mau ambiente)

Anónimo disse...

Os funcionários da Câmara Municipal até tem medo de falar com os membros da AMRAD, porque o Isaltino proibiu-os.

Isabel Magalhães disse...

Amigo J.;

Bom, vinha comentar o post e parece que caí numa outra dimensão... mas depois de ler o comentário [7/2/08 6:54 PM] lembrei-me do "MOVEOEIRAS" de Linda-a-Velha.

Para os que não são da freguesia há bastante matéria em www.oeiraslocal.blogspot.com

[]
I.

José António disse...

.

Olá Isabel,

É bem verdade. O Oeiras Local tem muita matéria para debate e não só essa triste história do MoveOeiras.
Fizeste bem em convidar os visitantes daqui a passarem por lá.
Talvez queiram deixar as suas opiniões em relação a outras questões também polémicas.

Obrigado pela visita.

.

Anónimo disse...

Caros José António e Isabel Magalhães,

Os estudantes que trabalham com a AMRAD, num gesto de simpatia, e de cidadania, criaram um BLOG em:

http://amrad.blogspot.com/

É triste, aquilo que Isaltino Morais impõe.

São centenas de crianças e jovens, que nasceram nesse concelho, que depois vão difundindo pelos pais, familiares e amigos, aquilo que os presidente da câmara municipal de Oeiras, faz, em perseguir os municipes desse concelho, que ele não gosta, ou que são simpatizantes em outros partidos ou candidaturas.

Só mesmo em Oeiras!

Isabel Magalhães disse...

J.;

Peço desculpa, expliquei-me mal e parece que fui indelicada...

Eu referia-me, mesmo, à matéria sobre o 'Moveoeiras', para os que não são da freguesia e possam não estar a par.

[]
I.

Anónimo disse...

Isabel,

Eu não conheço o assunto do «moveoeiras», não me diga que proibiram o Dr. Pedro Barroco de entrar em Linda-a-Velha, por ser candidato do PSD e não do IOMAF?

Isabel Magalhães disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Isabel Magalhães disse...

Caro anónimo [11/2/08 7:24 AM]

Se proibissem o Dr. José Pedro Barroco de entrar em Linda-a-Velha eu encabeçava já uma revolta popular seguida de toda a freguesia... :)

Vou procurar os links do assunto e logo que me for possível deixo-lhos aqui.

Assim, só por alto, o 'Moveoeiras' era um transporte gratuito em autocarro, prioritariamente destinado a idosos e crianças em idade escolar, posto à disposição da freguesia de Linda-a-Velha pela então PCMO Dra Teresa Zambujo, no verão de 2005, com um percurso estudado de forma a passar pelos locais não contemplados pelos transportes públicos.

Logo que o actual edil tomou posse suspendeu o serviço - que apelidou de 'demagógico e produto de campanha eleitoral'.

O resto, fará o favor de ler depois...!

Saudações.

Anónimo disse...

Isabel,

Obrigado pelos seus esclarecimentos.

O actual presidente da freguesia de Linda-a-Velha, é um filho dessa terra. Ele terá todas as condições para ser um bom presidente e defender esse lugar.

Quanto aos actos do edil Isaltino, é melhor nem falar.

Cumprimentos.

Anónimo disse...

I-Sal-sem-Tino, Tino-sem-Sali. Sali-Tino-sem. Que jogo se pode fazer com as palavras. Coisa curiosa, realmente nunca me tinha passado pela cabeça, que um determinado conjunto de sílabas, dava para jogar à BATOTA.
Poís é, BATOTA exactamente o que leram. Juro que desta vez não fiz BATOTA,. Quem??, eu?? Eu não jogo com BATOTEIROS. Mas afinal quem fez a BATOTA? Seria o Sr. Batota? Concerteza que alguém fez BATOTA. Pelo menos as gordas, dizem que houve BATOTA e geralmente, os Srs Batota têm mesmo esse aspecto físico.
Mas BATOTA, pode ser feita em muita coisa, no jogo de cartas, do poker, no dominó, no futebol, nas transações, etc. etc.. Mas a BATOTA mais interessante, é na vermelhinha. Pois é verdade, a vermelhinha é uma BATOTA de magia, que entra por um lado e sai pelo outro, sem o jogador dar conta. Quando o jogador se apercebe, já foi enganado há muito pelo Sr. BATOTA. BATOTA para aqui, BATOTA para ali e quem fica a ganhar é sempre o Sr. BATOTA, que é uma especie de ladrãozinho de carteiras, que anda disfarçado no meio da multidão.
Depois o Sr BATOTA, faz o jogo dele em outras BATOTAS e as BATOTAS são em cadeia, nas palavras , nos actos e nas acções.
Portanto meus SENHORES, VIVA A BATOTA. Quanto mais BATOTA melhor, porque uma esconde a outra.
Estamos em Oeiras na época da BATOTA. viva a BATOTA e o BATOTEIRO que tem a BATUTA.