terça-feira, julho 25, 2006

DOÇARIA TRADICIONAL OEIRENSE


Realizou-se ontem, na esplanada da Casa das Queijadas de Oeiras, na R. 7 de Junho de 1759, na vila de Oeiras, tal como estava previsto, a primeira conferência do ciclo de conferências "Diálogos em Noites de Verão", promovida pela novel Associação Cultural de Oeiras ESPAÇO E MEMÓRIA.

Conduzidas pela cativante voz e pelo saber profundo do Dr. JORGE MIRANDA, num tom informal, uma esplanada a abarrotar de pessoas interessadas viajou ao longo da História da DOÇARIA TRADICIONAL OEIRENSE.
Conhecemos as raízes da doçaria no Concelho. Ficámos sabedores de alguns dos afamados doces que aqui se produziam no passado, a maioria, senão todos, comercialmente: PALITOS de OEIRAS, BISCOITOS de OEIRAS, LAÇOS (Oeiras), BOLACHAS finas (Oeiras), BOLOS de AMÊNDOA (Oeiras), SUSPIROS (Paço de Arcos), AIS (Paço de Arcos), CASSETES (Paço de Arcos), MIMOSOS (Paço de Arcos), BISCOITOS (Algés), BOLACHAS (Algés), FOGAÇAS (Leceia e Leião) e o FAMOSÍSSIMO PÃO-DE-LÓ de LINDA-A-VELHA, cuja receita, infelizmente, se perdeu na tenebrosa e impiedosa noite dos tempos.
Ficámos também a conhecer algumas das, poucas, sobreviventes receitas desta fantástica, fascinante e diversificada doçaria.
Infelizmente, como ficámos também a saber, todo este património está hoje reduzido à quase total extinção, senão mesmo total, nomeadamente comercial, na medida em que já não existem fábricas que o produzam, além de terem desaparecido a maioria das receitas.

Podemos dizer com agrado que foi uma das mais "doces" e "saborosas" conferências a que nos foi dado assistir nos últimos tempos!

nota: A Casa das Queijadas de Oeiras, que serve de excelente e aprazível palco a estas conferências, está apostada em inovar neste universo da doçaria. Para isso, deu início a um projecto interessante e lançou as Queijadas de Oeiras que, não sendo tradicionais, talvez um dia o venham a ser. Quem sabe? Oxalá assim aconteça. O Concelho só tem a ganhar!!


A próxima conferência, dia 31 de Julho, pelas 21:30 e no mesmo local, está subordinada ao título "Os Romanos Já Morreram?" e será proferida por José d' Encarnação. Convidamo-lo a assistir a ela. O tema promete, sem dúvida.
Recordo também que, para o dia 29 de Julho, sábado, está já programada uma visita guiada ao "Centro Histórico de Oeiras", conduzida pelo Dr. Jorge Miranda. A concentração tem lugar às 09:30, na esplanada referenciada para as conferências.

Informações e Inscrições: Junta de Freguesia de Oeiras e São Julião da Barra, tel. 21 441 64 64.

Imagem: Um aspecto da conferência de hoje © cv comunicação visual 2006

6 comentários:

Isabel Magalhães disse...

Ler artigos destes deixa-me sempre com fome! :)))

*** I.

José António disse...

Olá Isabel,

Pois... a mim idem idem aspas aspas...

A solução é na próxima segunda-feira estarmos lá e aproveitarmos para comer uma queijadinha! :)

bjs,

Maria Abreu disse...

sou de fora ( Cascais) mas desde já vos digo que a doçaria de Oeiras está de parabéns! aquelas queijadas conseguem encher a boca e vão logo três. O meu marido, pelo contrário gosta mais dos palitos. De Oeiras claro está! na próxima semana lá estaremos outra vez.

Isabel Magalhães disse...

eheheheh!

"O meu marido, pelo contrário gosta mais dos palitos. De Oeiras claro está!"

um belo momento de humor!!! :)))

Nada como o humor para fazer bem à alma. E, segundo diz o ditado "Tristezas não pagam dívidas"! :)

Saudações à Maria Abreu - que não conheço e um [] para ti.

José António disse...

Cara Maria Abreu,

Grato pela sua visita. Bem humorada, como refere a Isabel. :)

Então segunda-feira lá estaremos de novo. Não nos conhecemos, mas isso não interessa. O que importa é gostarmos das conferências e participarmos.

Um abraço a Cascais, uma terra de que sempre gostei muito, e outro ao seu marido, que parece ser cá dos meus... Eheheh

Cumprimentos,

José António disse...

Olá Isabel,

"Nada como o humor para fazer bem à alma."

E ao CORPO. Então não é verdade que "Rir DESOPILA o FÍGADO"...? Ah, ah! :)

Espero que segunda nos possas acompanhar na próxima conferência.

bjs,